O mundo em 2050 (Lawrence C. Smith)

Durante o fim do ano de 2011 realizamos a leitura do livro de Laurence C. Smith, como parte de discussões nas aulas de Geopolítica. Com uma escrita solta e descontraída, o livro é de fácil leitura e compreensão. Smith elaborou sua tese de doutorado e o livro a partir de viagens científicas no hemisfério norte, observações a paisagem e com base em argumentos históricos e na realidade atual.
Diante disso o autor define quatro forças globais que moldarão a dinâmica do planeta nos próximos 38 anos (em 2050). São elas: a demografia, a busca por recursos naturais, a globalização e as mudanças climáticas.
Sem exageros no uso da ficção científica, Smitch prevê, com base em dados científicos, como o mundo estará em 2050. Ainda não terminei a leitura da obra como um todo, mas nas páginas iniciais percebi certo exagero em considerar as mudanças ambientais como a principal força ao longo dos próximos anos.
Não foram os rigorosos invernos ou verões que promoveram uma quebradeira geral na Europa, mas sim uma fome insaciável por obtenção de lucros exorbitantes por parte de alguns grupos sociais. Não quero com isso dizer que a obra é invalidada de créditos, ao contrário, por ela trabalhar com uma temática polêmica,“o futuro da humanidade”, ela levanta questionamentos, merecendo ser lida, compreendida e debatida.

Adquira o livro:

Amazon.com (Inglês) (com informações adicionais)

Editora Elsevier (com informações adicionais)

Leia também

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s