Museu da Bacia do Paraná (Maringá/PR)

* Série: Um estudo da dinâmica urbana: o caso de Maringá/PR

Com o ciclo cafeeiro norte paranaense na década de 40 e 60, o processo de urbanização intensifica. Nesse período a cidade de Maringá nasce do planejamento urbano, responsável pela Companhia de Melhoramento Norte do Paraná – C.M.N.P., que teve o intuito de tornar centro polarizado da região. O início e desenvolvimento da cidade pode ser vasculhado no Museu da Bacia do Paraná localizado nas dependências da Universidade Estadual de Maringá- UEM.

A história da cidade de Maringá/PR a partir do acervo do Museu da Bacia do Paraná

A escolha da localização para instalação da cidade de Maringá ocorreu por questões estratégicas, que estabelece no divisor de águas entre o rio Pirapó e Ivaí, como facilitador para o desenvolvimento de infra-estruturas como rodoviária e ferroviária para possibilitar sua ocupação populacional e suas estruturas de consumo (MENDES 2006).
Segundo Boeira “A implantação da cidade Maringá só teve início com a definição do traçado da ferrovia que iria até Guairá. Só então estabeleceu-se o seu lugar exato (2003; p. 38)”.
Na fig. 1 é demonstrado o corredor ferroviário que corta de leste a oeste o norte do Paraná e o território da Companhia de Melhoramento Norte do Paraná.

Fig. 1 -Terras da Companhia Melhoramentos do Norte do Paraná. Foto: MENDES, Antônio Madeira. 2009

A Companhia de Melhoramento do Norte do Paraná constitui como agente colonizador privado que iniciou a produção do espaço urbano maringaense. Com núcleo provisório denominado Maringá velho, sendo posteriormente efetivada sua fundação de em 10 de maio de 1947, caracterizando sua data oficial.
Responsável pelo desenho da cidade de Maringá o arquiteto Jorge de Macedo Viera, sem mesmo ter visitado a localidade da construção da cidade, descreve seu plano no conceito cidade-jardim.

Fig. 02 – Primeiro plano diretor de Maringá década de 40. Foto: MENDES, Antônio Madeira. 2009

Na primeira imagem, demonstra claramente a intenção de se projetar uma “cidade jardim”, com duas áreas verdes, caracterizando “dois pulmões” como símbolo de formação da cidade, a segunda imagem reflete os traços marcantes das vias planejadas, tornando visível o planejamento que passou Maringá e ainda em processo de urbanização, e ao fundo uma área verde.

Fig. 03 – Foto área da cidade de Maringá no de 1954. Foto: MENDES, Antônio Madeira. 2009

No cenário nacional, a cidade de Maringá como “cidade jardim” já tinha seu delineamento traçado nas pranchetas da Companhia Melhoramentos do Norte do Paraná.

Outras imagens:

REFERÊNCIAS 

ANDRADE, Carlos Roberto Monteiro de & CORDOVIL,  Fabíola Castelo de Souza.   A cidade de Maringá, pr. O plano inicial e as “requalificações urbanas”. Scripta Nova  REVISTA ELECTRÓNICA DE GEOGRAFÍA Y CIENCIAS S    OCIALES. Vol. XII, núm. 270 (53) Disponível em: <LINK> acesso em: 25 nov. 2009.

BOEIRA, José Jair. UEM 2003. Espaço urbano de uma metrópole regional de porte médio: Maringá. Disponível em: <LINK> Acesso em: 25 nov. 2009.

RODRIGUES,  Ana Lúcia; MOTA, Adeir Archanjo da & HAYASHI,  Ana Paula. A estruturação sócio-ocupacional do território da Região Metropolitana de Maringá – 1991 a 2000. Anais do XVI Encontro Nacional de Estudos Populacionais  As Desigualdades Sócio-Demográficas e os Direitos Humanos no Brasil. Abep,  2008. Disponível em: <LINK> Acesso em: 25 nov. 2009.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s