#desenvolvimentoWeb Metodologias Ágeis e Tradicionais

Retirado do site: http://vidadeprogramador.com.br/, produzido pelo maringaense André Noel.

A produção e manutenção de software também segue por processos operacionais em sua implantação. Por muito tempo se frisou o uso majoritário de metodologias tradicionais na produção de tecnologias de informação, passando por etapas muitas vezes engessadas que acabavam por não atender as expectativas dos clientes.

Em se tratando de tecnologias relacionadas à web, a velocidade de evolução dos aplicativos (interatividade, velocidade, S.O., cloud,…) e equipamentos (celulares, tablets, net books, notebooks, desktop,…) exige dinamicidade, implementação e ações mais criativas quando aplicadas com uma metodologia ágil adequada ao desenvolvimento realizado.

E as metodologias ágeis?

 As metodologias ágeis foram propostas em um documento conhecido como “Manifesto Ágil” que propôs uma nova maneira de enxergar a produção de softwares, fixando no produto final retirando o foco no processo técnico. Entre as Metodologias Ágeis mais famosas destacam -se a Extreme Programming e Scrum.

O que foi o Manifesto Ágil?

“Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo. Através deste trabalho, passamos a valorizar:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas
Software em funcionamento mais que documentação abrangente
Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
Responder a mudanças mais que seguir um plano

Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.”

Assinado por:  Kent Beck, Mike Beedle, Arie van Bennekum, Alistair Cockburn, Ward Cunningham, Martin Fowler, James Grenning, Jim Highsmith, Andrew Hunt Ron Jeffries, Jon Kern, Brian Marick, Robert C. Martin, Steve Mellor, Ken Schwaber, Jeff Sutherland, Dave Thomas© 2001, os autores acima.
Esta declaração pode ser copiada livremente em qualquer formato, mas  somente integralmente através desta declaração.
www.agilemanifesto.org

Conclusão

A dinamicidade e velocidade em que se dão as iterações e interações permitem melhor agregação de valor na produção de tecnologias de informação quando bem aplicadas. Mas como diz @mlemos “não devemos confundir pressa com eficiência” [Spyer, Juliano(org.). Para entender a internet, p. 24.], pois o trabalho com metodologia ágil depende do comprometimento da equipe.

LEIA TAMBÉM

Aprendendo a usar o LinkedIn
Trabalhando com WordPress como ferramenta para divulgação de projeto de pesquisa
 Software para Análise Rítmica – Ritmo Análise
Visite também nossa página Geração Y 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s